Vida com Estilo

/O modo de viver à sua moda

Na "Loja sem Paredes" tem arte e poesia

| Por: Raquel Medeiros

A arquitetura é lúdica, revestida de significados. Tem os tijolos da inventividade e argamassa da economia criativa. A estrutura alicerçada pela artista plástica e escritora cearense, Fernanda Meireles, constrói um dia após o outro a Loja sem Paredes. Monta um cantinho, recebe clientes e troca experiências. Desmonta, faz as malas, pega a estrada e instala-se em outro lugar. Na bagagem, cartões postais, álbuns, posters e quadros feitos à mão. Poesia e arte que chegam hoje (29.07) à João Pessoa no espaço de cultura Viveiro (Castelo Branco), às 18h, para depois esquentar a agenda do Empório Café (Tambaú) às 22h. A parada relâmpago na capital paraibana encerra um tour do projeto pelo Nordeste.

A proposta tem quatro anos de estrada. Dinâmica, a Loja sem Paredes questiona conceitos no simples fato de não existir fisicamente. Rompe padrões comerciais, provoca interações e propaga a cultura de produtos com alma artesanal. Para além da fórmula sem teto e divisórias, abre portas e janelas para mensagens assentadas no tripé "corpo, casa, cidade".  Tanto os cartões postais como os quadros em placas de vinil têm uma linguagem poética e reflexiva. "A criação de cada peça gira em torno de como viver, alterar, reconhecer, ocupar, ir e vir", enfatiza Fernanda.

Entre os postais que cobrem mesinhas de bares e cafés durante as exposições e vendas, há duas coleções emblemáticas. A primeira - que endereçou as demais - é baseada na música "All you need is love", do grupo inglês Beatles. A outra, "Kaminha Sutra", celebra o erotismo com frases explicitamente originais que desnudam segredos, sexo e intimidade na ilustração de Vitor Batista. Sob o tema "Cidades Internas" os quadros com desenhos de Ramon Cavalcante pontuam reflexões sobre a territorialidade urbana, o movimento e emoção de suas ocupações. São pensados por Fernanda para cobrir as paredes da casa e falar de sentimentos que habitam recantos interiores no coração de cada um. Objetos que são como um paradoxo para a loja sem nenhum tijolo palpável.  

Serviço:

Saiba Mais sobre a Loja sem Paredes

Tour em João Pessoa (29.07): Viveiro e Café Empório.