Vida com Estilo

/O modo de viver à sua moda

Ecochic Day realiza o primeiro evento de moda sustentável do Brasil

O conceito de moda sustentável ganha passarela permanente nas edições do Movimento Ecochic Day
| Por: Da Redação

O Movimento Ecochic Day pede passagem. Fundamentado na força da economia criativa e na sustentabilidade chega à sua terceira edição com o slogan "Moda Sustentável - O Novo Luxo". Nessa plataforma formata o primeiro desfile de moda sustentável do Brasil que passa a fazer parte das demais edições. Participantes de dez estados brasileiros - representando as cinco regiões do País - vão compartilhar seus produtos e experiências criativas com o público. A "movimentação" acontece durante o dia 28 de julho, no Studio SP Vila Madalena, na capital paulista.

A programação entre as 10h e 18h é intensa.  Bazar, palestras, feira de criadores, escambo de acessórios, oficinas de customização, exibições de vídeos e conversas que colocam a sustentabilidade em pauta. A estilista Paula Yne é a convidada para lançar o projeto do desfile. Ela apresentará seu trabalho primoroso de reconstrução têxtil que privilegia texturas, contrastes de retalhos, formas originais de corte e tingimentos naturais como o shibori, o itazome e outra técnica elaborada por ela para isolar cada cor. A composição dos looks contará com sapatos feitos artesanalmente pela marca paraibana Comparoni, que utiliza algodão que já nasce colorido e renda renascença.

A costura "sustentável" não se esgota na passarela. A trama artesanal das roupas da designer Heliana Lages (Belo Horizonte - MG) poderá ser vista em exposição, enquanto um ensaio fotográfico assinado por Renato Filho enquadra o figurino do estilista Eduardo Ferreira (Recife-PE). Virtual, e não menos tocante, o projeto Cordel de Talentos - Criadores de Cuiabá (MT) celebra os 30 anos da carreira do estilista Lino Villaventura. O evento ainda reserva espaço para homenagear designers, empreendedores e estilistas como Jum Nakao, Magna Coele, Mary Arantes, Thaís França e Marcelo Rosembaum com seu trabalho de design e moda. Eles serão contemplados com o Prêmio Ecochic Day, que reconhece e incentiva nomes da moda sustentável do Brasil.

ENTREVISTA

A jornalista MÔNICA HORTA, idealizadora e responsável pelo Movimento Ecochic Day, fala em entrevista sobre sua proposta pioneira. Destaca, ainda, os encontros temáticos realizados a cada dois meses e a mobilização de criadores e consumidores que valorizam o design, a cultura popular e a filosofia de vida sustentável. 

Como surge o Movimento Ecochic?

O Movimento Ecochic Day não surgiu exatamente. Na realidade ele é o resultado da união de todas as minhas vivências, desde adolescente, com moda, artesanato, artes plásticas, ecodesign, jornalismo e sustentabilidade. É a realização do sonho de uma vida inteira. O meu modo de criar o futuro.

De que forma ele está estruturado e qual o alcance das ações?

Ele está fundamentado em cultura sustentável e economia criativa. Dedica-se a identificar, valorizar, reconhecer e divulgar criadores e artistas com ecotalentos e dar apoio afetivo [e efetivo] a iniciativas de empreendedores e empresas.Nossas ações se complementam e envolvem diferentes áreas de criatividade. Design, arte popular, artesanato, artes plásticas, música, artes visuais como filme, vídeo, fotografia e pintura, teatro, gastronomia e moda. Sempre apresentados em formatos práticos como oficinas, conversas criativas, encontros e performances. A estrutura básica do Movimento é a mesma em todas as edições. O conteúdo de cada atividade é que é alterado, de acordo com o tema e os convidados da vez.

Que impactos o movimento já causou desde o lançamento em abril?

O Ecochic Day é um movimento inédito no mundo. Por ser precursor no País, tem despertado interesse em vários e diferentes tipos de pessoas e conquistado grandes nomes, criadores e pensadores, que fazem diferença no Brasil e escrevem a nossa história. Acaba de ser criado e já obteve sucesso, mas, creio que impactos só poderão ser constatados em um futuro próximo. O nosso Movimento causa fascínio e estranhamento ao mesmo tempo, o que é perfeitamente normal à uma inovação social.

Nesta edição o Ecochic Day vai formatar o primeiro evento de moda sustentável do Brasil. O que o público vai encontrar nessa plataforma inovadora?

Temos uma programação intensa e variadíssima, que contará com a participação de dez estados brasileiros, em diferentes formas. Estamos super felizes, pois em três meses de vida atingimos nosso grande objetivo que era o de apresentar os ecotalentos e a força criativa que o Brasil possui e que desconhece.

O Brasil já despertou para uma cultura sustentável e economia criativa? O que nos move e quais as barreiras que precisam ser superadas? 

Estamos vivendo uma revolução estética e conceitual. O Brasil, por ter uma extensão territorial gigantesca, uma educação pífia e pouco autoconhecimento e autoestima, vai despertar aos poucos... Temos um longo caminho pela frente. 

Até o final do ano existe um calendário definido para outras edições do Ecochic Day. Que temas específicos devem nortear os eventos? 

Nossos encontros são temáticos. A próxima edição será específica de moda sustentável. Em 29 de setembro, nosso tema será design e homenagearemos os Irmãos Campana. Nossas datas estão pré-fixadas até abril de 2013, quando completaremos um ano com muita, muita ecofesta! 

 

Serviço:

Quando: 28/07 (sábado)

Hora:13h às 18h

Onde:Studio SP Vila Madalena
(Rua Inácio Pereira da Rocha, 170, Vila Madalena, São Paulo - SP)

Programação: http://movimentoecochicday.com/programacao/

Acesso: entrada franca, sujeita à lotação do espaço. 

www.movimentoecochicday.com

contato@monicahorta.com