Tá na Rua

/A moda desfila na passarela urbana

O “estilo avançado” das nova-iorquinas da terceira idade desafia estereótipos

O blog Advanced Style captura a moda na faixa etária acima dos 60 anos e exibe a ruptura de padrões
| Por: Raquel Medeiros

Cílios maximizados, maquiagem chamativa, sobreposições de colares, sapatos exóticos, estampas e tons vibrantes nas roupas. Para arrematar: chapéus, óculos, pérolas, turbantes e echarpes, tudo em grau superlativo. Na fusão dos elementos a extravagância é uma questão de ponto de vista. A medida obedece aquilo que o estado de espírito pede para encarar a rotina, sem medo de rótulos e preconceitos. A autenticidade das nova-iorquinas da terceira idade está exposta no blog "Advanced Style". Cliques diários colhidos pelo curador Ari Seth Cohen para demonstrar como a personalidade de mulheres que ultrapassam a faixa etária dos 60 anos rompe tabus e estereótipos sobre idade, moda e beleza.

A estética elegante e subversiva das senhoras já foi alçada à condição de livro - e recentemente de documentário - com o nome homônimo do blog. Em parceria com a diretora Lina Plioplyte, Cohen traz no filme filosofias de vida de quem está de bem com as rugas, os cabelos grisalhos e o corpo. São pontos de vista únicos - como declarações da ícone fashion de 93 anos, Iris Apfel - que atestam não existir limites ou regras preestabelecidas no universo da moda. Longe da ideia de usar roupas e acessórios como camuflagem e receitas rejuvenescedoras, elas provam que estilo é uma composição de atitude, autoestima e identidade, que vestir-se bem não tem a ver com marcas e dinheiro. E mais: envelhecer sem dramas é uma arte, apesar do bombardeio diário da sociedade apoiada no prefixo "anti" para combater com potes de cremes e injeções milagrosas os sinais inevitáveis do tempo.  

Serviço:

Acesse o blog Advanced Style

Saiba mais sobre o documentário