Tá na Rua

/A moda desfila na passarela urbana

A extravagância contra a uniformidade e padrões

Mistura de estilos e peças nada discretas fogem às fórmulas estabelecidas pelas tendências
| Por: Raquel Medeiros

Minimalismo em alta. Sim, nada desmente que a discrição e a subtração de excessos representam bom senso e estão sempre resguardadas no território da moda. No entanto, a extravagância também tem seu lugar ao sol entre os que com muita personalidade fazem do excêntrico um  mecanismo de fuga dos padrões e uniformidades impulsionados pelas tendências.

Há comportamentos divergentes e outras formas de expressão na linguagem da vestimenta que dizem não às fórmulas previsíveis, aos modelos convencionais, às cores em pacíficas cartelas de tons cândidos e à opacidade. O livre arbítrio alçado à identidade do vestir abre frestas inimagináveis para alguns e extremamente plausíveis para quem desvia do óbvio. A galeria de imagens dá provas dessa liberdade diante do espelho e nas ruas. Mensure até onde você seria capaz de chegar sem ultrapassar a sensação de conforto e segurança.