Modalidades

/Modalidades

Visões do feminino na fotografia de Julieta Anaut

| Por: Raquel Medeiros

Há uma natureza primitiva e surreal onde o feminino habita com primazia. Lugares oníricos de mitos e rituais que celebram a criação, a espiritualidade e as crenças ancestrais.  É o mundo de fantasia narrado nas fotografias da artista plástica argentina Julieta Anaut, onde arquétipos femininos recrutados da literatura ou religião estabelecem um vínculo de pertencimento entre o natural e o artificial, entre o passado e o contemporâneo. As imagens marcadas pelas interferências digitais, desenhos, pinturas e colagens resultam em uma série de trabalhos com participação em mostras individuais e coletivas dentro e fora do seu país de origem. A fotógrafa, muitas vezes, incorpora as personagens nas composições com aura de poesia e essência reflexiva.  

Serviço: Julieta Anaut