Moda

/Porque é tendência estar bem informado

O redesenho da ilustração de moda com Don Oehl

| Por: Redação

O trabalho do designer gráfico americano Don Oehl formata uma celebração à clássica ilustração de moda. As criações remetem às primeiras décadas do século passado, quando os desenhos que habitam as páginas das revistas de moda como Vogue e Harper's Bazaar registram tendências e hábitos do vestir para depois ceder lugar ao protagonismo da fotografia nos editoriais. As pinceladas de cores - cheias de movimento e frescura - são sua expressão e linguagem sobre moda e resgatam a memória de nomes icônicos como René Gruau e Patrick Nagel.

Na fusão de ferramentas digitais com o traço do desenho clássico, Don cristaliza um estilo particular. A formação em artes plásticas iniciada na École du Louvre, em Paris, estabelece o fascínio pela ilustração e pintura. A paixão é aguçada pela efervescência cultural de Nova Iorque - ambientada nos grafites de rua e o universo pulsante da alta-costura - impulsiona os estudos em Ilustração de Moda pelo Fashion Institute of Technology - FIT. Um passo fundamental que encurta distâncias até o cargo de direção de arte na Condé Nast (grupo internacional de publicações editoriais).

O reconhecimento está expresso na lista de clientes renomados: Bulgari, Bloomingdale, Chanel, Elle,  Domino, W Magazine, Glamour, Harper Collins, Huffington Post, InStyle, L'Oreal, Lucky, Madame Figaro, Secret Beauty de Victoria, Sunglass Hut e Target, entre outros. As imagens carregadas de cores e fragmentos atemporais da própria história da moda conquista espaço nas principais galerias de arte e faz parte do redesenho da ilustração nos editoriais e campanhas publicitárias.

Serviço: Don Oehl