Moda

/Porque é tendência estar bem informado

O jeans nosso de cada dia na mesa de tendências do Stylesight, bureau de moda e comportamento

Em lavagens e texturas múltiplas o denim ocupa lugar de relevância nas coleções Resort 2014
| Por: Redação

Navegando nas coleções Resort 2014, o bureau de tendências Stylesight lança a rede sobre um mar de propostas e seleciona as tendências que fazem do denim a peça de cada dia. A aparição relevante nas coleções de marcas célebres demonstra porque a moda não se desvia da correnteza azul: versatilidade. Essa é a palavra que costura as possibilidades de um produto que se renova a cada estação e surge fresco em lavagens e silhuetas, compondo estilos múltiplos.

Na pescaria, o portal Stylesight demonstra como o denim continua sendo referência e o peixe grande no conceito de algumas casas. Para a linha da Chloe See by Chloé o índigo surge contemporâneo dentro de uma paleta retrô. Saias curtas assinalam a porção feminina e fazem par com tênis e camisetas pegando carona na jovialidade. Os vestidos e macacões são híbridos na fusão das jaquetas para um resultado ultramoderno.

Sob o olhar da Balmain, o jeans é a soma do ar ingênuo, sensualidade e pegada urbana. De acordo com o bureau de conteúdo de moda e comportamento, a casa assina suas peças com bordados elaborados e desgastes realizados com laser para obter texturas táteis e visuais. Saias peplum, macacões tradicionais e camisas country são sinônimos de formas confortáveis e descontraídas.

A irreverência da casa Alexander McQueen situa a coleção Resort 2014 nos anos 40 e o jeans também faz essa viagem no tempo. A diretora criativa, Sarah Burton, capturou o estilo utilitário inspirado nos uniformes de trabalho que as mulheres usaram enquanto os homens estavam no front de batalha. "A forte referência workwear foi sentida ao longo de cada aspecto, com um estilo elegante e personalizado ao injetar um toque moderno e feminino", destaca o Stylesight. As peças trazem 11 lavagens diferentes e técnicas artesanais de patchwork.

O estilo retrô também veste a concepção índigo blue da House of Holland e Louis Vuitton. A primeira faz uma imersão nos rebeldes anos 60. O patchwork, os poás salpicados em tamanhos diversos, as silhuetas oversized e os babados marcam as criações. Vuitton dirige o olhar à década de 70 com pitadas boêmias. Há uma mistura de tons que transitam do azul bebê - em cambraias - às escuras lavagens encorpadas que criam contrastes de cores e texturas. Franjas desfiadas propiciam detalhes e volumes sobre as superfícies limpas. O jeans é plural, de todos os tempos, idades e estilos. 

Alexander McQueen, Resort 2014