Moda

/Porque é tendência estar bem informado

O metal rende-se ao crochê

A designer mineira Heliana Lages ousa com bijuterias elaboradas em crochê de fio metálico
| Por: Raquel Medeiros

O metal não carrega o caráter inflexível e frio. Em toda a sua resistência surge delicado e sedutor, curvando-se na forma de fio à trama do crochê que resulta de mãos hábeis em elaborar poesia com o manejo da agulha.  Como material condutor de calor extrai da execução artesanal toda energia que expõe sentimentos nas peças exclusivas da designer mineira Heliana Lages. São maxi colares, braceletes, brincos, tiaras, broches  e anéis que revelam um desenho original, marcado pela atemporalidade.

A técnica ancestral foi repaginada no uso do material de característica têxtil e a mudança representa um diferencial nas bijuterias que ganham porte de joias com variações de cor entre prata, bronze e dourado. A proposta que há mais de 10 anos consolidou a marca com a inovação e ousadia traz as mesmas referências da confecção milenar que começa pela simplicidade do elo da corrente. Logo, ações multiplicadoras do ir e vir da agulha em forma de gancho constituem a base dos pontos que trançam texturas, formatos e volumes.  

A coleção idealizada para a primavera-verão 2013 estreita laços com a sustentabilidade. "Reeditamos peças valorizando a matéria prima disponível e também utilizamos composições de coleções anteriores, numa espécie de patchwork", explica Heliana na definição conceitual do novo trabalho. Para a designer que abdicou do exercício profissional como psicóloga em razão da produção artesanal das bijuterias, cada coleção estabelece um grau de satisfação. Um estímulo ao desafio de explorar novas possibilidades que tornem o produto ainda mais atraente e elaborado.  

 

Serviço:

Heliana Lageshttp://www.helianalages.com.br/

Telefones: (31) 3312.2158 | 3227-8878

email: heliana@helianalages.com.br