Moda

/Porque é tendência estar bem informado

Baixam as temperaturas, sobe a sofisticação

A moda do inverno 2012 propõe atacar o frio com brilhos, transparências e comprimentos nas alturas
| Por: Da Redação

A moda invernal promete brilhar. Não só porque assumirá com todo vigor o status de "manda-chuva" da estação, mas pela adoção de materiais e cores que farão contraste com os dias naturalmente mais escuros. Rememorando a recente passarela do Fashion Rio é possível interceptar um conceito de inverno ousado e nada discreto. Para os dias de baixas temperaturas, céu nublado e chuva surgem propostas que aglutinam uma profusão de cores terrosas e alaranjadas, brilhos, transparências, comprimentos mínimos em evidência e tecidos fluidos. Sob alguns aspectos e sem a denominação da temporada, as peças poderiam até ser referenciadas pelas estações de termômetros mais cálidos. Em resumo, o já visto nos desfiles e que se avizinha nas ruas é um inverno "a três por quatro". Ou seja: para os três meses da estação mais fria do ano uma abundância em estilos, comprimentos, estampas e formas. Dá até um friozinho na barriga ter que escolher entre tantas opções! Confira as mais emblemáticas:

Alfaiataria - Clássico do inverno, não perde a pose nunca. Entre casaquinhos, calças, camisas (muitas!), macacão e maxiblazer, a peça da vez é o paletó. O corte de linha retrô vai fazer parceria com calças pijamas, saia-lápis, jeans e bermudas. As camisas multiplicam-se em versões estampadas, sedosas, brilhantes e transparentes.

Orientalismo - O exotismo do Oriente estabelece uma rota para a moda deste inverno. Túnicas e quimonos marcam a tendência em tecidos fluidos e sofisticados para encarar o frio. Calças, pantalonas, blusas, vestidos e saias assumem brilhos e bordados que amplificam referências luxuosas das culturas orientais. Tons terrosos, dourados, vermelhos e alaranjados compõem os looks.   

Metalizados - No jeans, casacos, saias ou calças. Na peça inteira ou apenas em detalhes, o metalizado acende o inverno 2012. O ouro e prata mais contidos dividem luminosidade com os tons de cobre e chumbo.  

Geometria - Nos cortes assimétricos ou nas estampas, a geometria assume o ângulo de destaque nas coleções que passaram no Fashion Rio. As barras são acertadamente desiguais em saias e vestidos. Decotes, golas e mangas também desenham formas geométricas, numa matemática que soma pontos para um visual moderno.

Étnico - Desenhos e grafismos étnicos não faltaram na estamparia invernal. Reproduções de referências multicoloridas das culturas indígenas, africanas e orientais estiveram presentes em muitas coleções. O animal print e a camuflagem pegaram carona neste universo, seguindo o rastro das temporadas passadas.