Moda

/Porque é tendência estar bem informado

Valentino: 50 anos de moda em um clique

O estilista italiano inaugura o primeiro museu on-line de moda que reúne mais de 5 mil documentos
| Por: Da Redação

A moda vibrante e passional de Valentino em um clique. O toque do mouse ou de uma tecla será capaz de transportar o internauta de qualquer parte do mundo às salas do Valentino Garavani Virtual Museum a partir do dia 5 de dezembro. Quando se pensava que ao acenar um "ciao" de despedida em 2008 o "imperador italiano" da alta costura desfrutaria tranquilamente de sua aposentadoria, ele ressurge com toda pompa que lhe é peculiar. Desta vez, para sacudir o universo da moda com um registro bem costurado em arquivos tridimensionais que relatam quase meio século de criação. Não bastasse a sua trajetória memorável, inscreve-se novamente na história como o primeiro estilista a dispor de um museu virtual para exibir alta costura em alta resolução tecnológica.

O rigor e perfeccionismo que Valentino dedicou às formas luxuosas de seus vestidos drapeados e plissados estão embutidos em cada detalhe do museu que leva seu nome e exibe a sua obra.  Na ponta dos dedos, a ação de descarregar o aplicativo é o passaporte para percorrer galerias que darão acesso a mais de 5.000 documentos. Uma espécie de câmera será a conexão entre o real e o virtual quase palpável, abrindo portas, direcionando olhares, aguçando percepções, guiando passos ou simplesmente mantendo a cena imóvel sob a admiração hipnótica diante de 300 criações tão célebres quanto algumas das personagens que as vestiram. Os visitantes poderão criar seus próprios roteiros, desfrutando de forma original de todo conteúdo disponibiizado.

Próximo de um cenário de filme futurista, o ambiente é imponente com um espaço virtual equivalente a 9.987,07 metros quadrados.  Em algumas salas, a oposição de cor é marcante quando a placidez do branco abriga o "Vermelho Valentino" que consagrou o estilista em cada uma de suas coleções por seu uso exaustivo e, ainda assim, insólito. Numerosas manequins vestidas na exuberância escarlate parecem suspensas no ar, numa leveza quase sobrenatural. Reproduzem a mesma delicadeza incorporada pelas modelos reais que flutuavam nas passarelas quando apresentavam uma e outra vez, um ano atrás do outro, a roupa de conceito glamouroso, sofisticado e ultrafeminino que só a habilidade de Valentino foi capaz de capturar.

Sob a luz de Roma

A força dramática das imagens do museu imprime uma linha muito tênue que quase conduz à confusão entre o real e o virtual. Até a luminosidade da capital italiana foi capturada para compor o cenário das galerias. O sócio de Valentino, o empresário Giancarlo Giammeti, declara em entrevista ao site Women's Wear Daily, que o ponto de partida do projeto teve como foco dois propósitos: recriar a luz especial de Roma não só para exibir e realçar os vestidos, mas a história que há por detrás deles, desde o primeiro boceto até o uso por quem os adquiriu.

Fotografados em 360 graus, os vestidos selecionados revelam cada detalhe de sua estrutura. Um segundo comando do internauta sobre a mesma peça descortinará toda a história que ela guarda: data, coleção, campanha, fotografias, passarela, modelos, vídeos, quem a vestiu e em que momento.  Circular pelas salas  virtuais significa deparar-se com personalidades como Jacqueline Kennedy Onassis, Liz Taylor e Grace kelly, cristalizadas no tempo e na perfeição da roupa clássica e mítica. Toda essa compilação criativa e histórica de Valentino - em riqueza de detalhes - é resultado de um ano de trabalho dele próprio em parceria com o sócio, Giammeti, e as agências NovaCom Assocei Paris e Kinmonth-Monfreda Design Project. Pura memória da cultura de moda!

 

Confira:

VÍDEO que antecipa a apresentação do museu em 3D

http://www.nasentrelinhas.com.br/videos/014/valentino-garavani-virtual-museum/

Visite:

http://valentino-garavani-archives.org/