Moda

/Porque é tendência estar bem informado

Cotação da temporada: invista na bolsa!

Em estilos e materiais diversos as bolsas agregam valor à produção
| Por: Da Redação

Elas são utilitárias. Mas quem disse que o papel funcional das bolsas não cede vez à estética que auxilia no contraponto do vestuário? Grandes, pequenas, estruturadas, com e sem alças. De mão, bandoleiras, carteiras, clutchs...  As formas, estilos e tamanhos estão bem cotados para a produção masculina e feminina e em tempos tão democráticos, alguns modelos enfrentam a rotina de homens e mulheres sem qualquer preconceito e com muito protagonismo.

Há muito tempo que as bolsas somam pontos no figurino e incorporam a função de equilíbrio no conjunto da roupa. Cores contrastantes, designs diferenciados e texturas múltiplas.  O couro - natural ou ecológico - divide espaço com tecidos, fibras, fios e cestaria para configurar o desenho das peças que abusam dos detalhes. Os adornos surgem em metal, madeira, vinil, acrílico, crochê e pedrarias para figurar como complemento essencial de qualquer produção básica.

Esse poder se impõe a cada estação em harmonia com as mesmas tendências aplicadas à indústria têxtil.  Nas coleções da temporada, as bolsas figuram nos cabides e prateleiras em versões que se adequam às mais variadas situações. No calor do verão, as maxicarteiras molengas surgem como opção para roubar a cena assumindo uma proposta carregada de urbanidade. E os homens estão passando a mão na novidade que se alterna com as bolsas-mala e carteiro.

Parceiras da rotina, as bolsas vão ao trabalho, às compras, a um compromisso formal ou à praia. Leva o computador, carteira, nécessaire, agenda, celular e chaves.  Serve para guardar bagunças, detalhes íntimos e mistérios trancafiados a sete chaves. Vão de um lugar a outro, da manhã à noite, sempre à mão, lado a lado.