Moda

/Porque é tendência estar bem informado

Maré alta: embarque no estilo Navy

Ancorado nas referências da moda retrô o "náutico" invade a cena do verão
| Por: Da Redação

Verão à vista. Os ventos sopram novamente os ares do estilo navy, trazendo de volta ao cenário da moda o trio de cores que já é um clássico: azul marinho, branco e vermelho. Balneários, cruzeiros e praias paradisíacas estão contextualizados nas peças que convidam a desfrutar de dias ensolarados e preguiçosos. A inspiração retrô remete às figuras das pin-ups dos anos 50 - mulheres extremamente sedutoras - que aparecem "traduzidas" nas coleções dos principais nomes da moda nacional e internacional. Com essa estética marcante, elas vão acompanhar os mariners do asfalto numa versão contemporânea do estilo que atravessa décadas.

Entre o leque de tendências que aportam na moda verão 2012 a cintura é bem democrática. Com a maré alta do navy ela sobe e destaca uma silhueta ultrafeminina, fazendo recordar o New Look de Cristian Dior. Shorts, pantalonas e saias desenham figuras alongadas, esbeltas e sensuais. E como marca tradicional do estilo náutico, estas peças são parceiras das listras horizontais que foram remixadas para abrigar outros tons como o verde, amarelo e laranja.

A versão atualizada do navy dispensa as golas quadradas repousando sobre os ombros, mas não descarta os botões dourados dos uniformes da Marinha que se enfileiram em vestidos, saias e casaquinhos da alfaiataria. O brilho do ouro também está nas correntes vistosas que adornam pescoços e pulsos. Já o toque natural das cordas dos ancoradouros surge nas amarrações de acessórios que simulam os nós marinheiros: cintos, colares, pulseiras e bolsas trazem detalhes dessa referência.

A "timoneira" Coco Chanel

A estilista francesa Coco Chanel foi a "timoneira" que na década de 30 reproduziu com ousadia as listras azuis dos uniformes marinheiros para o vestuário feminino. Desde então a padronagem é ícone do estilo que nunca levantou âncora das temporadas de calor. Conciliando moda e funcionalidade ao vestuário navy, mademoiselle Chanel introduziu as pantalonas que vestiram comodamente as mulheres que acompanhavam seus maridos nas provas de iatismo.

No início da década de 50, o italiano Emilio Pucci popularizou o estilo com o tripé das cores marinho, vermelho e branco. Na ilha de Capri - termômetro da moda das celebridades - tornou pública uma linha de maiôs e roupas esportivas desenhada com o requinte e elegância para embarcar nos badalados cruzeiros. O navy estava consagrado. E como no vai e vem das ondas do mar, ele retorna a cada verão mais atual do que nunca.