Moda

/Porque é tendência estar bem informado

Figurino da nova novela da Globo busca inspiração no algodão colorido

Tecidos orgânicos feitos com algodão que já nasce colorido ganham destaque nas roupas da personagem Maria Amália, interpretada pela atriz Sophie Charlotte
| Por: Da Redação
Figurino da nova novela da Globo busca inspiração no algodão colorido
Novela investe em tecidos orgânicos

O algodão colorido paraibano invade a tela global na próxima novela das nove, Fina Estampa, prevista para estrear no dia 22 de agosto. De acordo com a emissora, a personagem Maria Amália, interpretada pela atriz Sophie Charlotte, vestirá um figurino que reflita suas preocupações  ecológicas e sua defesa pela sustentabilidade. Esse perfil justifica a escolha de um  tecido 100% ecológico como o algodão colorido que já nasce com cor sem uso de aditivos ou corantes. Na trama escrita por Aguinaldo Silva e dirigida por Wolf Maya, ela é a filha caçula e romântica de Griselda da Silva Pereira (Lília Cabral), protagonista do enredo. Seu perfil é de uma pessoa muito responsável e equilibrada, que ganha a vida vendendo cosméticos naturais.

Os diferentes figurinos das personagens que envolvem os núcleos de Fina Estampa são assinados por Beth Filipecki e Renaldo Machado, que realizam um trabalho de pesquisa sobre moda e comportamento desenvolvido ao lado de outros  22 profissionais que integram a equipe. O resultado: foram mais de 500 modelagens, padronagens, cores e estilos diferenciados a partir de referências propostas para o verão 2012.

Conforme publicado na página oficial da telenovela, a cidade do Rio de Janeiro é fonte de inspiração. "Esta é uma  novela solar, a ideia da equipe ao compor o figurino foi a de transmitir, através das roupas, a sensação de luz, do nascer do sol, da praia e do olhar que o estrangeiro tem do Rio de Janeiro. Um Rio do futuro, dos esportes, da Copa do Mundo, das Olimpíadas, e que poderá ser conferido, logo nos primeiros capítulos da novela", acrescenta Beth Filipeck.

Para passar a idéia de leveza e conforto, os figuristas optaram por roupas com tecidos orgânicos, muito voil e detalhes artesanais. "É o Rio do mar, mas da montanha também. Do verde, das folhas, do ecológico. Tudo misturado ao ar cosmopolita da cidade', explica Filipecki.

É então que entra o algodão naturalmente colorido como peça fundamental para criar o estilo eco-friendly de alguns personagens da telenovela.  "O figurino dos personagens mais jovens, como Amália foi inspirado na tendência atual de comprometimento social e ambiental. As peças foram criadas com algodão colorido, vindo da Paraíba, feitas artesanalmente. O telespectador verá na roupa do personagem esse posicionamento, essas interferências politicamente corretas", conta Renaldo Machado. Plantas, ervas e perfumes, que já integram o trabalho de Amália, ajudam a compor o figurino que destaca seu perfil eco.

O algodão paraibano faz moda

Certificado, o algodão colorido paraibano é resultado de projeto da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa. O órgão desenvolveu a semente da planta usando métodos tradicionais de melhoramento genético. O "gene" que determina a cor está na própria semente. Por já nascer colorido, o algodão é considerado ecologiamente correto porque deixa de passar pelo processo de pigmentação artificial, economizando 60% de água em seu processo industrial. Com isso, também evita o descarte de produtos químicos e tóxicos na natureza.  As cores são marrom, safira, rubi e o verde.

No casamento da moda com a sustentabilidade, o algodão ecológico e colorido vem ocupando espaços significativos. Quem primeiro abriu caminho foi  Ronaldo Fraga,  grande estilista brasileiro a apostar no produto natural para sua coleção de inverno da São Paulo Fashion Week em 2004. Também esteve presente na maior e mais importante feira internacional de moda do mundo, na edição primavera/verão da Prêt à Porter de Paris, em 2009. 

Em maio deste ano, o algodão colorido ganhou destaque na18ª edição do Rio-à-Porter Verão 2012, salão de negócio de moda e design que acontece paralelo ao Fashion Rio. O grupo Natural Cotton Color - formado  por criadores paraibanos que trabalham exclusivamente com produtos de moda feitos em algodão colorido - celebrou seus 15 anos com o desfile da marca e muitos negócios fechados com compradores internacionais.

Desta vez a inovação da Natural Cotton Color ficou com a proposta de unir o algodão colorido à seda, sendo esta  livre do processos de coloração artificial e aproveitada de casulos impróprios para a indústria.Algumas peças receberam tingimento natural através de pigmentos vegetais, encontrados no café e na erva-mate, dando tons terrosos e esverdeados aos vestidos, calças, shorts, tops, blusas e macacões  da coleção.  Foram utilizadas também muitas rendas, tramas de pontos largos e fibras naturais como o linho. Depois do desfile, além de negócios, a mídia especializada colocou o algodão colorido entre os produtos sustentáveis que mais tem se destacado no cenário criativo da moda.

Acessórios na Babel

Alguns acessórios de algodão colorido que estarão fazendo parte do figurino de Fina Estampa já se encontram à venda por encomenda na Babel das Artes. As sandálias e  a mochila da marca Comparoni, que integra o grupo Natural Cotton Color podem chegar primeiro nas mãos dos mais antenados.

O núcleo "maluco beleza" da novela irá trazer várias referências dos anos 70, já que as personagens envolvidas são adeptas à preservação da natureza e hábitos saudáveis. Totia Meireles vai interpretar Zambeze e é com ela que as sandálias de algodão colorido estarão passeando pela Barra da Tijuca, cenário principal do enredo. Já a mochila não sairá das costas de  Fábio, personagem do ator Guilherme Leicam, um adolescente preocupado com os estudos e o meio ambiente.

A Babel das Artes informa que a sandália é bordada à mão e tem salto revestido com couro de peixe. Já a mochila de algodão colorido é forrada e tem acabamento em couro natural. "A proposta ecológica dos produtos e o conceito de moda handmade agradaram os profissionais e estão bem associados ao perfil dos personagens da novela", garante Francisco Milhorança, proprietário da loja.  

Serviço:

Babel das Artes

Blog: babeldasartes.com.br/blog

 Loja: www.babeldasartes.elo7.com.br

Endereço: Mercado de Artesanato Paraibano – Loja 3
Av. Senador Ruy Carneiro, 241, CEP: 58039-900, João Pessoa, Paraíba

Tel: +55 (83) 3226.5570      

GALERIA