Moda

/Porque é tendência estar bem informado

Vintage e Retrô: fique por dentro dos estilos inspirados no passado

As novas coleções viajam no tempo e recuperam referências e memórias
| Por: Da Redação

A moda está sempre repaginando o passado. Entre uma temporada e outra as inspirações que estruturam as coleções nas vitrines viajam através do tempo e evocam memórias que marcaram determinada época. Este recurso coloca em evidência termos como retrô e vintage. As palavras que vieram para ficar correspondem a estilos particulares, apesar de guardarem uma certa proximidade.

Uma peça vintage é genuína. Mesmo atravessando uma significativa faixa de tempo ela conserva-se em perfeito estado para voltar a compor o vestuário contemporâneo. A denominação aplica-se às roupas ou acessórios com o mínimo de duas décadas de existência e com uma carga referencial importante na história da moda. As peças podem ser garimpadas no guarda-roupa da avó ou nas araras dos brechós especializados. Quem não gostaria de dispor de um terninho Dior dos anos 50 ou de uma bolsa Prada dos badalados e coloridos 80?

De origem inglesa, a palavra vintage procede da enologia (ciência que trata do vinho), onde determina o ano de uma excelente colheita de uvas.  A sua inserção no universo da moda, em meados da década de 90, traduziu um apanhado das peças do passado - que transformado em tendência - contrapôs a homogeneidade no vestir. A exclusividade ganhava evidência. Hoje, convertido em estilo de celebridades, é também uma referência no processo de produção das grandes casas de moda.

Pitada de nostalgia

O estilo retrô coloca em cena uma moda atual com uma pitada de nostalgia inspirada e apoiada na releitura de uma época. Procedente do prefixo latino retro - que significa "para trás", o vocábulo entrelaça na moda vínculos com o passado. Desperta registros dos anos idos que também foram ousados e modernos nas texturas, cores, formas e estampas das roupas e complementos.

Acompanhando a onda do momento a moda brasileira também mergulhou no passado e o retrô ganhou fôlego nas coleções recém exibidas no São Paulo Fashion Week - Edição Verão 2012.  Nomes como Alexandre Herchcovitch, Maria Bonita Extra, Ronaldo Fraga e Reinaldo Lourenço passearam entre as décadas de 30 e 60 recuperando técnicas de costura, modelagens e bordados com muita história e poesia. Não faltaram tons pastéis, babados, brilhos, laços, flores e poás. Roupas e acessórios que deixaram sabor de saudade e uma sensação de pertencimento ao tempo que não retrocede.

 

Para saber mais

Livro: Moda Vintage - La evolución de la moda y el vestido en los últimos cien años. Editora Parramón - 2008