Costurando Idéias

/A cultura de moda alinhavada com história, sustentabilidade e comportamento

A trajetória da Dior através da fotografia

A relação da casa francesa com fotógrafos lendários narra seu percurso e papel na história da moda
| Por: Raquel Medeiros

O vínculo se estabelece com o revolucionário New Look, a primeira coleção de alta-costura produzida por Christian Dior, em 1947. Desde então, a fotografia elaborada através do olhar de nomes icônicos posicionados por trás das lentes registra e pontua os passos da casa francesa como capítulo da própria história da moda. As imagens produzidas entre linhas e agulhas no ateliê, sob os holofotes das passarelas, em meio as poses calculadas nas campanhas publicitárias e editorias para as principais publicações especializadas integram um arquivo único. Dele são extraídas 200 fotografias que dão corpo à exposição "Dior, images de légende". Acompanhada de 60 vestidos e um conjunto de documentos históricos, a mostra inaugurada em 3 de maio permanece aberta à visitação até 21 de setembro, no Musée Christian Dior, em Granville.

No museu que foi a casa de infância de Dior - na região normanda - a exposição traz à tona o resultado de uma pesquisa que une arte e moda. O estilo clássico e irreverente do estilista e seus sucessores inspiram a estética dos fotógrafos, em um diálogo sedutor e provocativo. A curadoria de Florence Müller reúne imagens a partir do desfile do New look - registrado pela fotógrafa americana Pat English - em 12 de fevereiro de 1947, nos salões da maison localizada no número 30 da Avenida Montaigne. Depois dela, Richard Avedon, Clifford Coffin, Irving Pen, Cecil Beaton, Erwin Blumenfeld, Henry Clarke, Peter Knapp, Guy Bourdin e Helmut Newton colaboram para a construção do mito da mulher segundo Dior e referenciam um arquétipo da fotografia de moda. Modelo que na contemporaneidade segue nos cliques de Patrick Demarchelier, Willy Vanderperre, Peter Lindbergh, Terry Richardson, Nan Goldin, Jean Baptiste Mondino, Paolo Roversi, Bruce Webere Inez van Lamsveerde.

Idealizado em consonância com a exposição, uma publicação homônima editada pela Rizzoli (disponível a partir de 10 de junho de 2014) detalha a trajetória da casa Dior através da fotografia. A iconografia capturada entre estúdios e paisagens colhidas a céu aberto, em lugares exóticos e longínquos, ambientam códigos da feminilidade contida nas curvas míticas do lendário tailleur Bar. Passadas seis décadas ele segue inspirando as criações da casa com a perpétua revolução de estilo.

Serviço:

Exposição "Dior, images de légende"

De 3 de maio a 21 de setembro de 2014

Musée Christian Dior,  Granville/França