À Moda da Casa

/ A moda com tempero paraibano

Um olhar contemporâneo sobre o artesanal

| Por: Redação

As tradições, os saberes ancestrais, a regionalidade e o feito à mão em pauta. Em tempos de globalização e massificação que apagam fronteiras espaço-temporais na moda e design, o resgate da identidade vem à tona para reconfigurar laços de pertencimento. Esta é a percepção da Estação da Moda de João Pessoa que promove o ciclo de palestras "Um Olhar Contemporâneo" dirigido a grupos de artesãos da capital paraibana nos dias 8, 19 e 26 de junho, no auditório do Sebrae, sempre às 15h. Os palestrantes? A estilista Fernanda Yamamoto (SP), o modelista Fernando Jeon (SP), a consultora de imagem pessoal Meri Grossi (MG) e o consultor criativo Romero Sousa (PB).

A abertura do evento, no dia 8, é uma dobradinha da renomada estilista paulista Fernanda Yamamoto e o modelista da sua grife, Fernando Jeon. Juntos, eles farão uma abordagem sobre as conexões entre moda e artesanato com base na experiência com as rendeiras de renascença do Cariri paraibano. "A palestra tem como objetivo levantar algumas reflexões sobre artesanato contemporâneo, importância do trabalho manual, resgate das tradições e caminhos possíveis entre moda e artesanato", esclarece a estilista.

A consultora de imagem pessoal, Meri Grossi, vai levar às artesãs no dia 16 um leque de referências para ajudá-las a identificar e compor o próprio estilo, além de abordar a importância do marketing pessoal. A especialista destaca alguns aspectos relevantes ligados à imagem, como a importância da primeira impressão e como esta impressão é a chave para criar um cartão de visitas pessoal e profissional. Meri Grossi é jornalista e assina, de Belo Horizonte, a coluna Estilo no portal da Estação da Moda (estacaodamoda.joaopessoa.pb.gov.br).

O roteiro do ciclo de palestras é encerrado no dia 26 com a participação do estilista e coordenador da Estação da Moda, Romero Sousa. Inovação artesanal, a partir da sua vivência com produtos regionais, traçam o conteúdo da conversa. "A ideia é orientar as artesãs sobre como melhorar os seus produtos e torná-los contemporâneos", explica Romero. O coordenador da Estação da Moda acrescenta que a proposta do evento é qualificar as artesãs, elevando a autoestima dessas mulheres. "Queremos mostrar que o artesanato também pode ser um objeto de consumo, um produto com apelo comercial", ressaltou.

O evento não é aberto ao público e está destinado as artesãs indicadas pelas instituições parceiras: Sebrae, Secretaria de Desenvolvimento Social do município (Sedes), Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres (SPPM), João Pessoa Artesã (JPA) e o Programa de Artesanato da Paraíba (PAP).

Estação da Moda - É um Centro Vocacional Tecnológico ligado à Secretaria de Ciência e Tecnologia (Secitec) da Prefeitura Municipal de João Pessoa. Trata-se de um espaço destinado à capacitação tecnológica por meio do ensino profissionalizante de corte e costura em máquinas industriais. Além dos cursos permanentes oferecidos pelo CVT, a Estação da Moda ainda realiza projetos e promove eventos voltados à capacitação, criação e difusão do setor da moda. 

Serviço:

Ciclo de palestras "Um olhar contemporâneo"

Dias 8, 19 e 26 de junho, no auditório do Sebrae