À Moda da Casa

/ A moda com tempero paraibano

Campina Grande inaugura primeira “biblioteca” do Nordeste para matéria-prima de calçados

Aliada à inauguração da "Materioteca" acontece o Workshop Sistema Moda Brasil, com palestra de especialistas em moda como o estilista Walter Rodrigues
| Por: Redação

Materioteca. O termo não consta nos principais dicionários da língua portuguesa, mas, é sinônimo de inovação e desenvolvimento na produção industrial. Sobretudo, para o polo calçadista de Campina Grande que inaugura nesta quarta-feira (09.04) - às 11h, no Centro de Tecnologia do Couro e do Calçado (CTCC) - a primeira biblioteca de materiais e componentes destinados à fabricação de produtos do setor. A iniciativa da Associação Brasileira das Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal), com apoio do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), faz da cidade paraibana referência na Região Nordeste para fonte de consulta e pesquisa em couro, calçados e artefatos.  

A ação dirigida aos empresários do segmento ganha extensão com o Workshop Sistema Moda Brasil. O evento promovido pela Assintecal objetiva mobilizar a cadeia produtiva, visando o incremento da competitividade e a busca pela inovação. Quatro palestras integram a programação: Tatiana Ritzel conduz o tema "Atendimento Tecnológico e Consultoria em Design"; Walter Rodrigues debate sobre "Integração do Sistema Moda Brasil"; Lucius Vilar aborda o assunto "Planejamento de Coleção" e Carol Garcia será a palestrante de "Presumers - Os novos influenciadores da indústria de moda e o impacto das redes sociais na imagem da marca".

O Sebrae apoia a abertura da Materioteca através do Arranjo Produtivo Local (APL) de Calçados. A gestora do projeto, Éricka Vasconcelos, explica que o momento é importante para a ampliação e fortalecimento da cadeia produtiva de calçados. "Os empresários dessa área almejavam há muito tempo um suporte em componentes no Nordeste. Os paraibanos tinham que se deslocar para outros estados em busca de componentes mais exclusivos. Agora está tudo no CTCC", destaca.

O espaço físico e virtual da biblioteca de materiais vai encurtar dúvidas, inspirar a criação e otimizar a produção. Tipos de couros, aviamentos, cabedais, materiais de apoio, produtos químicos e solados estarão concentrados em um só lugar. De acordo com Éricka, a Materioteca torna-se de grande valia para empresários e designers pela significativa oferta de matéria-prima. "O local tem como objetivo facilitar o acesso das empresas de calçados a designers e estilistas, além de apresentar uma diversidade de componentes. Assim, pretendemos ajudar as empresas a serem mais competitivas no mercado", argumenta a gestora do Sebrae.

O projeto piloto da Materioteca nasceu em setembro de 2013, no município de São João Batista (SC), para disseminar o conceito de moda integrada. A unidade da Paraíba será a sexta instalada no Brasil, de um total de nove que facilitarão a busca por componentes da indústria calçadista. O espaço também abriga consultorias mensais ministradas por especialistas em design. Para a analista de Mercado Interno da Assintecal, Andressa Vasconcelos, a alocação no polo de Campina Grande atende à demanda das empresas locais e tem função estratégica. A cidade é polo de referência na confecção de calçados e está distante dos maiores centros produtivos de insumos de materiais, como Rio Grande do Sul e São Paulo. (Fonte: Agência Sebrae) 

 

Serviço

O que: Inauguração da Materioteca e Workshop Sistema Moda Brasil

Quando: Quarta-feira, dia 9 de abril, às 11h

Onde: CTCC/Senai-PB

Endereço:  Rua Luiz Motta, nº 200, Bodocongó - Campina Grande 

Acesse a Materioteca Virtual