À Moda da Casa

/ A moda com tempero paraibano

Arte de fibra no Salão de Artesanato da Paraíba

O trabalho de 6,2 mil artesãos de 130 municípios paraibanos deve gerar mais de R$ 1 milhão em negócios
| Por: Raquel Medeiros

 

Foto: reprodução

A trama é o segredo. A herança que atravessa gerações e resguarda as tradições que urdem as origens de um povo. Fios de sisal e tiras das palhas de carnaúba, coqueiro, milho e bananeira dançam entre dedos que entrelaçam, apertam, e amarram a inventividade desdobrada em objetos. No 19º Salão de Artesanato da Paraíba o tema "Nossa arte tem fibra" rende homenagem à criação de artesãos que fazem das fibras vegetais matéria-prima para a criação ilimitada. Em João Pessoa, de 19 de dezembro a 26 de janeiro de 2014, no Jangada Clube, na Praia de Cabo Branco, o evento promovido pelo Governo do Estado em parceria com o Sebrae é um convite à apreciação da arte feita à mão como legítima expressão da cultura ancestral.

No Salão culmina a produção artesanal da Paraíba. Nas mais diversas tipologias como couro, cerâmica, madeira, têxteis, metal e osso estão representadas cada uma das regiões com traços de sua formação histórica e social. O trabalho de 6,2 mil artesãos de 130 municípios ganha visibilidade no evento incorporado ao calendário cultural do Estado e que se firma como importante espaço de negócios. A expectativa é de movimentar mais de R$ 1 milhão em vendas de objetos artesanais e produtos gastronômicos. 

Dentro do tema proposto para esta edição, os olhares se voltam para as técnicas de cestaria e trançados que remontam às mais antigas categorias artesanais indígenas. Na Paraíba, são vestígios das tribos dos Cariris, Tabajaras e Potiguaras. Cestas, esteiras, chapéus, cortinas e redes compõem um rol de artefatos que entre os aspectos funcional e simbólico denotam a perpetuação dos grupos.

Na ambientação do Salão que congrega uma área de 3,5 mil metros quadrados, a decoração assinada pelo designer mato-grossense Sérgio Mattos ressalta nichos de matéria-prima representando o Litoral, Agreste, Sertão e Cariri. Uma grande oca centraliza a conexão dos visitantes com as origens indígenas, onde utensílios, adornos, vestimentas, objetos de caça e instrumentos musicais estarão expostos. Com entrada gratuita, o Salão funcionará diariamente das 15h às 22h, até o dia 26 de janeiro de 2014. As exceções são para as datas 24, 25 e 31 dezembro - além do dia 1º de janeiro - quando o evento será fechado em função das celebrações de final de ano.  

Serviço:

Salão de Artesanato da Paraíba

Onde: Jangada Clube, Praia de Cabo Branco - João Pessoa-PB

Quando: De 19 de dezembro/2013 a 26 de janeiro/2014

Entrada Gratuita