À Moda da Casa

/ A moda com tempero paraibano

Arrasta-pé e sustentabilidade na segunda edição do brechó Liquida de Garagem

As araras estão reabastecidas para o brechó que celebra a moda consciente no ritmo do forró
| Por: Raquel Medeiros

A radiola é a mesma. Já os discos em vinil saltam da seção Jovem Guarda e MPB para o autêntico forró puxado pela sanfona e nomes como Luiz Gonzaga, Trio Nordestino, Dominguinhos, Jackson do Pandeiro... A seleção musical com sabor de São João está na agulha para esquentar a segunda edição do "Liquida de Garagem". O bis do brechó da produtora cultural Alinhada Modos, Modas e Cia reproduz a receita da moda sustentável e consciente elaborada na fusão de peças novas - do acervo de figurino - e vintage. O arrasta-pé estaciona na garagem mais badalada de João Pessoa nos dias 7, 8 e 12 de junho (a partir das 15h), no Bessa.

O clima de arraial rende homenagens à cultura nordestina. Bandeirolas e balões juntam-se ao colorido concentrado nas araras reabastecidas com peças únicas para repetir o sucesso da primeira edição do evento realizado em abril deste ano. O conceito de sustentabilidade fisgou o público masculino e feminino que aposta em identidade e criatividade para construir um jeito próprio de vestir, independente dos padrões comerciais e das tendências determinadas pela indústria da moda. A pluralidade de estilos marca a oferta dos produtos com tamanhos diversos e preços acessíveis.

Cerca de 300 itens do acervo da Alinhada estarão à venda. São roupas, calçados e acessórios que resultaram dos figurinos de filmes contemporâneos, shows e campanhas publicitárias, além de garimpos originários de brechós dentro e fora do país. Os cabides ainda têm - com exclusividade - criações de coleções das marcas Alinhada e Espelho Meu, da estilista, produtora cultural e jornalista, Caroline Oliveira.

Idealizadora do brechó - em parceria com a produtora de figurino Juliana Gonçalves - Caroline comemora a nova edição: "Tudo pronto. Fizemos a seleção e arrumação com um perfume junino para celebrar a moda com identidade que valoriza os processos criativos e as vivências. A moda que dialoga com as transformações sociais e tradições da nossa cultura". Na radiola, a voz do cantor Dominguinhos antecipa o ritmo do Liquida e dá uma palhinha: "Olha, que isso aqui tá muito bom/Isso aqui tá bom demais/Olha, quem tá fora quer entrar/Mas quem tá dentro não sai". (Foto: Max Brito)

 

Serviço:

Liquida de Garagem

Quando: dias 7, 8 e 12 de junho

Onde: Rua Vicente Ielpo, 372, Bessa (quarta rua à esquerda, depois do Clube dos Médicos)  

Hora: a partir das 15h

Forma de pagamento: dinheiro ou cheque