À Moda da Casa

/ A moda com tempero paraibano

Design com conteúdo instigante e transformador

Em palestra realizada no Sebrae-PB, o diretor de criação Jum Nakao destacou processos fundamentados na lógica da existência para exercer ações transformadoras
| Por: Da Redação
Design com conteúdo  instigante e transformador

É no design revestido de valores que o estilista paulista Jum Nakao acredita. Na criação sustentável ancorada no futuro, na percepção do entorno, no esboço de processos fundamentados na lógica da existência e capaz de exercer transformações como as propostas pelo conceito oriental Mottainai. Através dessa palavra japonesa - de origem budista - o estilista transmitiu em palestra realizada nesta quinta-feira (1), no auditório do Sebrae-PB, uma nova mentalidade criativa onde a regra é aplicar a filosofia do respeito aos recursos naturais em contraposição ao desperdício, além de valorizar o potencial humano.

Mottanai, sem tradução literal para outros idiomas, corresponde basicamente à prática dos 3R's que implica em redução, reuso e reciclagem. Dentro dessa perspectiva, Jum Nakao convidou o público participante - composto de técnicos do Sebrae, micro-empresários, estudantes, designers, profissionais da área da moda e da imprensa - a uma reflexão sobre novos paradigmas do processo criativo. Para isso, acionou e aguçou a sensibilidade de todos com um ambiente intimista produzido pelo apagar das luzes e um fundo musical relaxante. 

Através de imagens documentadas durante viagens que faz pelo mundo - ministrando cursos e palestras - e de suas próprias experiências enquanto diretor de criação, ele partilhou propostas de design com conteúdo transformador.  Apresentou exemplos de objetos que resultam de uma elaboração embasada nas referências culturais, na funcionalidade e, sobretudo, na reutilização dos materiais. "O processo de criação consiste em perceber o entorno, enxergar o invisível, despertar afetos e encantamentos", afirmou Nakao.

Para o designer, existe um fator determinante para formatar esse novo conceito de uma criação sustentável, funcional e sensível: a conexão do criador com suas raízes. Citando uma frase que lhe causou impressão em uma de suas andanças, o estilista enfatiza: "O artista tem que viver como qualquer um. Ele precisa tomar posse de sua casa e precisamos tomar posse do Brasil que é a nossa casa", disse.

Nakao provocou o público a pensar criação e moda enquanto reflexo da existência, do momento. Pontuou a necessidade de enxergar e adicionar valores ao que se cria, colocando atitudes que fazem de cada coisa algo único. Um processo de singularidade que deve ser lapidado na vida de cada um, imprimindo uma reação para colher uma transformação. "As pessoas têm que sonhar juntas o mesmo sonho", argumentou com a certeza de que esse é o "esboço" do novo futuro que se desenha a partir de agora.

Galeria:

Confira imagens do evento (Fotos:D.Sayara)